gbc-engenharia-novidades-na-construcao-civil-2018-veja-as-principais-tendencias

Novidades na construção civil 2018: veja as principais tendências!

Via: Mais Controle

O ano de 2018 será um período de recuperação para o setor da construção civil no Brasil. De acordo com reportagem do G1, a SINDUSCON-SP projeta um crescimento de 2% desse setor para este ano. Confira as principais novidades na construção civil que seguem como tendências para 2018.

O crescimento da indústria de construção civil deve acontecer por causa do aumento do crédito imobiliário, fruto das reduções nas taxas de inflação e de juros real. Outros fatores que devem contribuir com este crescimento são a diminuição do estoque de imóveis e a redução no número de desistências de compras.

Além das retomadas das vendas, as novidades na construção civil para 2018 devem envolver mudanças nas estratégias de negócio e no uso de tecnologia. Trazemos para você agora 7 tendências na construção civil para 2018:

Encadeamento produtivo

Trata-se de um programa apoiado pelo SEBRAE que visa integrar pequenas empresas à cadeia de produção de grandes negócios. O órgão ajuda na identificação de necessidades de grandes empresas e na adaptação das pequenas empresas para que elas consigam atender às novas demandas.

Construções sustentáveis

A preocupação crescente com o meio ambiente faz com que empresas de diversos setores abracem o uso de práticas sustentáveis. Na indústria da construção civil não é diferente e estas práticas estão presentes em várias etapas da obra.

As primeiras medidas, neste sentido, devem ser tomadas já na elaboração de um projeto sustentável. Durante a execução, as empresas devem buscar fazerem uso de materiais ecológicos e, por fim, fazerem a gestão correta dos resíduos da construção.

De acordo com o SEBRAE, uma construção sustentável proporciona reduções de:

  • 30% no gasto de energia;
  • 50% no gasto de água;
  • 50 a 80% na geração de resíduos;
  • 8 a 9% no custo de operação dos empreendimentos;
  • 35% na produção de gases do efeito estufa.

Construções enxutas

Estas construções seguem princípios de engenharia de produção, como Just In Time e Lean Manufacturing, aplicados na construção civil.

Os principais pontos destacados por estes princípios são a eliminação de processos redundantes, ajustes das etapas de trabalho para a manutenção de um ritmo de produtividade constante, diminuição do estoque, entre outros. Essas medidas resultam em uma grande economia para as construtoras.

Novas tecnologias de construção

Entre as tecnologias podemos citar a tinta de absorção solar, os tijolos inteligentes (modulares, de fácil encaixe), os concretos permeáveis e as construções modulares.

O uso destas novidades fornecem várias vantagens, como otimização do tempo de execução, redução de retrabalhos, aumento na qualidade final dos projetos, redução de desperdícios e custos e facilitação da gestão da obra.

Building information modeling – BIM

Em português, chamado de Modelo da Informação da Construção. Trata-se da reunião das informações produzidas ao longo de todo o ciclo de vida do projeto.

Esse modelo consiste na adição, ao molde 3D, de informações relativas aos seus elementos, como especificações de fabricantes, tempo de mão de obra necessário para a execução de instalações e preços de materiais.

Internet of things – IoT

Internet das coisas, em português. Objetos e até mesmo peças do vestuário e acessórios podem estar ligados à internet. Esse tipo de tecnologia deve ser usada cada vez mais para o rastreamento em tempo real de equipamentos e trabalhadores, aumentando a produtividade e a segurança no canteiro de obras.

Cidades inteligentes

Conhecidas também como smart cities, são áreas urbanas em que há integração de informações referentes à infraestrutura e aos recursos da cidade, visando uma gestão eficiente dos mesmos.

Além do uso de sistemas de informática para a coleta e o processamento de dados, as construções precisarão estar adaptadas a esse tipo de cidade. Três áreas devem ser afetadas diretamente pelas tecnologias de construção:

  • Prédios e residências – construção de empreendimentos com eficiência energética e que utilizem racionalmente os recursos naturais;
  • Mobilidade – construção de sistemas multimodais;
  • Infraestrutura – eficiência de distribuição de energia, água e telecomunicações.

Fonte: Mais Controle | www.maiscontroleerp.com.br
Postado por: GBC Engenharia – Perícias e Consultoria | www.gbcengenharia.com.br

 

GBC

A GBC Engenharia - Perícias e Consultoria é uma empresa especializada em perícias de engenharia nas áreas civil e ambiental há mais de 20 anos, com ampla atuação em todo território nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>