14640010

Nova empresa assina contrato para retomar obras de duplicação da SP-264

Na manhã de ontem máquinas e funcionários da Sobrenco já trabalhavam na sinalização do canteiro

 

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) assina hoje contrato com a empresa Sobrenco Engenharia e Comércio para reiniciar as obras do lote 1 de duplicação da rodovia João Leme dos Santos (SP-264), que liga Sorocaba a Salto de Pirapora. A medida consta na edição de ontem do Diário Oficial do Estado (DOE), após o rompimento do contrato a empresa Gomes Lourenço, que abandonou em junho as intervenções no trecho. Apesar de no Diário Oficial constar prazo de 15 dias para assinatura do contrato, o secretário de Transportes do Estado, Clodoaldo Pelissioni, deverá estar hoje em Sorocaba para, juntamente com representantes da empresa, assinar o documento, em solenidade, às 10h, no gabinete do prefeito, Antonio Carlos Pannunzio (PSDB).

A partir da assinatura do contrato com o governo do Estado, o DER prevê que a empresa já comece a atuar na rodovia nos próximos dias. Ontem máquinas e trabalhadores da nova empresa já iniciaram processo de sinalização para dar início às obras. De acordo com o edital, agora a empresa convocada terá cinco dias – contados a partir de ontem – para recolher caução no valor de R$ 2.729.177,50 e dar início às obras. A nova empresa passará a assumir as obras remanescentes do lote 1 da duplicação da SP-264, que compreende o trecho entre os quilômetros 102 e 109,6, sendo que a antecessora realizou apenas serviços de terraplanagem da via.

O trecho do lote 1 está abandonado, desde que a Gomes Lourenço desistiu das obras. Plantas e matos crescem em trechos de terra nivelados para a construção da pista. Em alguns setores, há desníveis de até 30 centímetros de altura entre o asfalto e o canteiro sem qualquer tipo de sinalização. Ontem, trabalhadores da nova empresa removiam os matos e sinalizavam a via. Máquinas também trabalhavam “nos ajustes”, segundo operários, da terraplanagem.

Os problemas

 Após começar a apresentar atrasos no cronograma das obras, a então empresa vencedora da licitação para a duplicação do trecho de Sorocaba da rodovia, a Gomes Lourenço, foi multada por três vezes pelo DER. A empresa foi contratada pelo governo estadual para desempenhar o trabalho pelo valor de R$ 56,9 milhões. No final de julho, depois de as intervenções terem ficado totalmente paradas, a Gomes Lourenço decidiu por abandonar a obra. Segundo o DER, na última medição a empreiteira havia concluído apenas 5,8% das obras do lote 1, coordenadas pela empreiteira, enquanto o cronograma previa 28,8% dos serviços concluídos. Ao passar pela rodovia, é bastante visível a diferença do andamento das obras entre o lote 1 e o 2. O lote 2 compreende os kms 109,6 e 119,5, que vai desde o campus da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) até a cidade de Salto de Pirapora. A previsão para conclusão das obras do lote 2 é para fevereiro de 2015, sendo que a empresa Compec Galasso desempenha o trabalho pelo valor de R$ 57,2 milhões. Esse era o mesmo prazo inicial para a finalização do lote 1, porém por conta de toda essa problemática, haverá atrasos.

Otimismo

Motoristas que se utilizam diariamente da rodovia estão otimistas em relação à retomada das obras e esperam que a partir de agora elas sejam intensificadas e não haja mais interrupções. “A duplicação dessa rodovia era uma expectativa muito grande de anos. Quantas vidas não se perderam por conta da falta de segurança na via. Ai, vieram as obras e a paralisação de um dos trechos. Agora esperamos que tudo dê certo. Aliás do jeito que está o perigo é ainda maior”, disse o aposentado José Francisco do Nascimento, de 66 anos.

O empresário Roberto Gomes Andrade também utiliza diariamente a rodovia e espera que as obras sejam intensificadas a partir de agora. “Quanto tempo após a Gomes Lourenço ter abandonado as obras para se chamar a segunda colocada. Vamos ver se esse atraso será minimizado”, disse.

Mesma opinião compartilhada pela estudante Vanessa Oliveira, de 21 anos. “Pego ônibus todos os dias onde passo por essa rodovia. Ela é extremamente perigosa e do jeito que estava, piorou ainda mais. Espero que tudo se resolva o mais rápido”, afirmou.

Fonte: Cruzeiro do Sul 

Postado por: GBC Engenharia | www.gbcengenharia.com.br

GBC

A GBC Engenharia - Perícias e Consultoria é uma empresa especializada em perícias de engenharia nas áreas civil e ambiental há mais de 20 anos, com ampla atuação em todo território nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>